Pesquisa de Perfil

A pesquisa de perfil, serve para identificar os tipos de comportamento do seu público-alvo e saber como lidar com eles, além de filtrar seus possíveis consumidores. Isso é fundamental para conseguir atenção para o seu produto ou serviço. As formas de consumo estão mudando de forma constante.

Hoje, os clientes são muito bem informados e valorizam a experiência de consumo para definir se é válido ou não voltar a gastar dinheiro com uma determinada empresa.

Por isso, é de fundamental importância que um gestor esteja bem informado sobre o perfil do consumidor, para saber como lidar com ele e de que forma o impactar positivamente. Quando você consegue agradar o seu público, as chances de fidelizá-lo aumentam. A pesquisa de perfil justamente busca entender os hábitos do seu cliene como o seu produto ou serviço terá impacto na vida dele

Como isso pode te ajudar na sua empresa ?

Contudo, para facilitar em descobrir como agradar seus clientes, as empresas tomam a posição de criar uma persona  na qual não é uma  invenção, e sim uma criação , em que deve-se analisar as informações de perfil e literalmente criar uma pessoa cuja seria seu consumidor ideal para os produtos ou serviços que você irá proporcionar. Se torna interessante construir a persona pelo fato que se somente construir um perfil do seu público alvo talvez não seja suficiente para saber quem você queira realmente impactar, porém quando se cria a persona, se tem de forma concreta como seria um consumidor e não de forma geral; você humaniza o público alvo. As vezes pode soar parecido, mas é importante em vez de direcionar suas vendas a um extenso público alvo, direcionar a uma única pessoa na qual foi criada, e dai partir os caminhos para vender seu produto já que agora sabe exatamente quem o compraria.

Por que usar a pesquisa de perfil para o marketing?

A importância de saber quem é exatamente um possível cliente é inquestionável quando se fala de marketing. Sem um perfil de cliente bem definido pode levar a perda das estratégias e a um desvio dos objetivos, na qual como exemplo estar tentando vender um produto para alguém de 20 anos, quando o correto seria 30.

Isso é definir o perfil o mais afundo possível, para que na hora das vendas tenha a maior conversão possível não havendo gastos desnecessários, e investimento em possíveis clientes que não são os alvos com perfis corretos.

Para definir quem será essa ou essas personas é possível por meio de um questionário e uma boa análise para traçar esse perfil. É possível combinar diferentes métodos e instrumentos, que proporcionem uma visão completa sobre o objeto de estudo — o perfil dos clientes. Há dois tipos de pesquisa que você pode fazer: quantitativa e qualitativa.

Enquanto as pesquisas quantitativas são aplicadas a um maior número de pessoas e permitem medir comportamentos de toda a base, as qualitativas são menos numerosas, mas obtêm respostas mais aprofundadas.

Mas é importante não criar muitas personas, para não desviar muito o foco e acabar generalizando o que é pra ser afunilado. No questionário deve haver informações que irão retirar dados demográficos para o perfil como sexo, idade, renda, estado civil, filhos, localização, escolaridade, entre outras. Perguntas sobre a relação com a empresa ou produto também são importantes, como o que levou a pessoa a procurar a empresa ou como tal empresa ajudou aquela pessoa.

Não se pode esquecer também no questionário dados que estão no dia a dia das pessoas inseridas nesse mundo digital, como as redes sociais que ela usa, assuntos que ela gosta de acompanhar, e onde ela acompanha esses assuntos. Informações pessoais são bastante validadas também para definir o perfil, como interesses, ambições, medos e dores. E por fim no questionário, se seu produto ou serviço é comprado de forma recorrente, vale saber quais marcas a pessoa usa e porque ela prefere aquelas marcas, assim finalizando as informações necessárias para montar o perfil do seu consumidor.

Depois de ter os dados em mãos, é preciso fazer uma análise dos dados a partir de uma de uma transcrição juntamente com uma tabulação. E com isso pode ser feito uma análise descritiva depois de organizados, formulando assim um perfil em relação características predominantes nos questionários.

Mas cuidado…

Parece simples, porém essa parte tem uma grande importância. Acaba acontecendo que se as pessoas que analisam os dados não são preparadas, pode ocorrer um erro no perfil formado, que acabará impactando severamente no objetivo final. Por isso caso a empresa não tenha uma boa área ou pessoas instruídas para isso deve se procurar empresas especializadas nisso como a EJE, na qual possui estudantes de estatística que irão formular um questionário adequado, além de fazer uma análise precisa para o perfil da persona ser construído corretamente.

E a partir desse ponto que se dá vida a persona. Possui todas características e comportamentos que você selecionou formando o perfil desejado. Essa persona tem que ser imaginada na realidade mesmo, consumindo seu produto ou serviço, pois será a partir desse perfil que guiará quais serão seus clientes. Como já dito, pode ser criado mais de uma persona, em casos que tenham muitos dados. Porém é importante não dispersar pelo fato do funil que foi feito não seja em vão.

Certamente, uma boa pesquisa de perfil impactará diretamente no faturamento da empresa, pois se torna muito mais preciso quem será possíveis clientes haja vista que agora se tem um perfil exato, a persona que foi criada. Ela pode ter até um nome, e deve ser tratada como alguém real mesmo para que se possa alcançar o máximo de pessoas parecidas no ramo em que se encontra com o perfil criado.

Muitas vezes o produto é de alta qualidade, preço bom, mesmo assim se encontra dificuldade em vende-lo. E a culpa vai ser relacionada ao produto, quando a culpa talvez seja que não está sendo oferecido as pessoas certas, pois as vezes se está trabalhando com um nicho adulto, mas a melhor opção seria um jovem, na faculdade, com tantos anos, com tais características especificas, que sem uma boa pesquisa e uma excelente análise da mesma, não será possível definir o melhor perfil para uma evolução ao todo da empresa, que partiu de uma pesquisa bem feita de perfil.

Gostou do nosso artigo?

Te convidas a dar uma olhada em todo o nosso blog!

EJE – EMPRESA JÚNIOR DE CONSULTORIA – BLOG

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *